Enduro dos Montes e Supercross: os de casa mandaram bem!


ENDURO: DOIS TÍTULOS

COM JANJÃO SANTIAGO
e Rodrigo Aquino, Montes Claros ficou com dois dos cinco títulos nas categorias em disputa do Enduro dos Montes, prova oficial do Campeonato Mineiro realizada no final de semana. Foram duas etapas (9º e 10º) na zona rural do município, sábado e domingo, com quase trezentos quilômetros de trilhas. Outra boa notícia está no rendimento de Pablo Bororó, terceiro colocado geral no Enduro dos Montes e que manteve a liderança do Campeonato Mineiro na categoria Novatos.

15 ANOS - VOLTA

DE VOLTA AO
calendário oficial da Federação de Motociclismo do Estado de Minas Gerais depois de 15 anos, após uma transferência de sede de Januária para Montes Claros, a prova contou com mais de 80 pilotos de 16 cidades mineiras: Montes Claros, Patrocínio, Ubá, Ipatinga, Oliveira, Belo Horizonte, Barbacena, Betim, Santo Antonio do Monte, Salinas, Lagoa da Prata, Formiga, Diamantina, Coração de Jesus, Januária, Lavras.

MEIO DIA DE PROVA

FORAM QUASE 12
horas de provas se somados os dois dias: sábado (163 quilômetros) e domingo (123 quilômetros). Na avaliação dos pilotos, o Enduro foi pesado, principalmente no primeiro dia com o nível de dificuldade das trilhas, como a do Boi Manco. "O preparo físico decidiu em alguns trechos", disse Janjão.

155 PCs

JOÃO DE DEUS SANTIAGO
, o Janjão (Motosmar), conquistou a condição de campeão após a somatória de resultados. No primeiro dia, que teve 66 pontos de controle (PCs), foi o terceiro colocado, com cinco horas e 55 minutos. No dia seguinte, melhorou o rendimento e chegou em primeiro lugar: 4h45 para passar pelos 49 PCs. Totalizou 45 pontos. Já Rodrigo Aquino (Tony Foto) teve uma performance mais positiva, com 47 pontos dos dois dias. Segundo lugar da Novatos no primeiro dia (6h22') e primeiro colocado no domingo (4h59).

GERAL DO MINEIRO

LÍDER EM SUA
categoria na classificação geral do Mineiro, Pablo Bororó foi o melhor piloto no primeiro dia, mas apenas o quinto na 10ª etapa. Entretanto, segue como o primeiro colocado do Mineiro. O Enduro dos Montes teve, ainda, três visitantes como campeões: Noé de Oliveira (Formiga) na Over I; José Antonio Fernandes (Santo Antonio do Monte) na Over II e André Luiz Rodrigues (Patrocínio) na Júnior.

MAIS TRÊS

HOMOLOGADAS
pela FMEMG, as provas foram levantadas pela Bicho do Mato Esportes Radicais, de Montes Claros, através de seu coordenador, Fáusio Silva; com o apoio do site Supertrilha, do próprio Janjão Santiago. O Campeonato Mineiro terá ainda mais três etapas até seu final: Barão de Cocais (1º de agosto) e Juiz de Fora e Ibitipoca (13/14 de agosto). (FOTOS: www.supertrilha.com.br)


SUPERCROSS: DOMÍNIO

AO CONTRÁRIO DA
prova de abertura, disputada em Várzea da Palma (abril) e que teve pilotos de cidades diferentes na primeira colocação de cada uma das sete categorias, Montes Claros teve o domínio do lugar mais alto do pódio na segunda etapa do Campeonato Norte-mineiro de Supercross. Foram quatro campeões na corrida do último domingo, realizada na Pista da Sucam, na própria cidade, com 92 pilotos inscritos. Um atraso de duas horas provocado pela demora na chegada da ambulância cedida pela prefeitura, por pouco não comprometeu a prova.

NOMES

RODRIGÃO CARDOSO
(MC Boutique/AZ Motos/Funorte) na Profissional (SX-1); Du Gaguinho (SRP Autopeças) na Master; Rhuan Santos (Funorte/Lealro/Motocidade) na categoria infantil; e Andrezinho (Funorte/Rododiesel/Motocidade), da 85 cilindradas, foram os montes-clarenses campeões na etapa doméstica. Outro piloto da casa, Wefson Fenfi (Chevropeças), também teve um rendimento de destaque, com o segundo lugar na Intermediária B (SX-3), mesmo resultado obtido na primeira corrida. Dessa forma, lidera a sua categoria na classificação geral. Rodrigão e Rhuan também estão à frente em seus quadros.

MULHER VAI BEM

ENTRE OS VISITANTES
, destaque para jovem Tauane, de 18 anos, de Itamarandiba, campeã da Intermediária A (SX-2). Shau “Corinto”, na SX-3 e Tiago, da mesma cidade, na Nacional, foram os outros campeões. Curiosamente, entre todos os sete campeões em Montes Claros, ninguém conseguiu uma “dobradinha”. Quem venceu em VDP não repetiu o feito em Montes Claros, sinal de que a temporada poderá ser marcada pelo equilíbrio. E mais: apenas 13 pilotos conseguiram ficar entre os cinco primeiros de suas categorias se comparados os resultados oficiais das duas corridas.

PONTE E MAIS NOVE

O PRÓXIMO DESAFIO
será em São João da Ponte, no dia 18 de julho, com a promessa de uma categoria extra para pilotos convidados de outros estados do País (Paraíba, Espírito Santo, Bahia e Pernambuco). Até o final do ano, há mais dez provas confirmadas, mas o número poderá chegar a 17, dependendo de acordos entre a Liga Norte-mineira de Motociclismo e as respectivas prefeituras. (FOTOS: Tico Cordeiro - Radical X)
Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

0 comentários: