Apresentação, BMG fala, camisa e as novas cores, a torcida, Pena balança?

COM POMPA

COM DEZ novos jogadores em relação ao grupo da temporada passada, uma renovação acima dos 80%, o time de vôlei de Montes Claros foi apresentado oficialmente nessa quinta-feira, em evento pomposo no Ibirutuna Shopping Center, acompanhado por autoridades, imprensa, desportistas e convidados. Os integrantes da comissão técnica, assim como os atletas, foram anunciados um a cada vez, mas a primeira informação da noite foi sobre a confirmação do novo patrocinador master – Banco BMG –, que a Veneta divulgou em primeira mão.


REAJUSTE

TRÊS DIRETORES DO do banco estiveram presentes à solenidade (mais abaixo). No entanto, os valores do contrato com a empresa não foram divulgados, mas, segundo o diretor Victor Oliveira, é algo próximo do que foi pedido ao antigo patrocinador (Banco Bonsucesso) para a renovação. Houve um reajuste em relação ao que foi repassado pelo patrocinador master da temporada passada, mas o clube busca mais parceiros, tendo em vista que o orçamento mínimo, ainda não foi atingido. Coteminas, Prefeitura, Lafarge e Unimed Norte de Minas também vão estampar suas marcas em 2010/2011.


FORÇA DE BANCO

VICE-CAMPEÃO brasileiro na Superliga 2009/2010, o técnico Talmo de Oliveira mostrou-se confiante com o novo grupo, grande parte indicada por ele. Evitou falar de um nome específico que possa desequlibrar, como o oposto Lorena foi na temporada passada. Preferiu destacar as diversas opções que esse novo elenco está oferecendo. Ou seja, vai ter um banco à altura do time titular. Com exceção do líbero – apenas Fábio Paes foi contratado –, há duas opções para as demais posições.

COMPROMISSO TOTAL

FELIPE OLIVEIRA, presidente da fundação que administra o clube (Funadem), dimensiona o trabalho do time como um compromisso não apenas de Montes Claros, marca que carrega em seu nome oficial, mas como do Norte de Minas. "A gente representa uma região inteira e será um orgulho justificar todo esse apoio que a gente recebe", disse. O prefeito Luiz Tadeu Leite também se pronunciou, entendendo como grande desafio chegar próximo à campanha da Superliga passada.


ZANUTO FALA

AOS 27 ANOS, o ponteiro Bruno Zanuto chega motivado ao BMG/Montes Claros pelo material humano que o clube conseguiu reunir, a começar pelo levantador Rodriguinho, quem será responsável para preparar as bolas nos seus ataques. "Basta era arrumar que eu coloco no chão", disse, em tom de descontração com o novo companheiro ao lado. Zanuto e Rodriguinho (o ponteiro é três anos mais novo) foram contemporâneos de categorias de base em São Paulo.


PARCEIRO LÍDER

A CÚPULA do Banco BMG veio a Montes Claros acompanhar o lançamento oficial do time de seu novo parceiro. O acordo entre as partes foi rápido: em menos de um mês, o contrato foi assinado, mas exigindo uma série de reuniões com participação até mesmo do prefeito. A empresa é uma das líderes no ramo de crédito e financeiras. "Hoje, a marca BMG é uma das cinco mais citadas quando se fala de um banco no País", explica o superintendente comercial, Fábio Belizário.


PESO DA MASSA

O DIRIGENTE disse à Veneta que um dos fatores de convencimento ao banco para este acordo deve-se à torcida. Os mais de 106 mil torcedores nos 19 jogos em casa impressionaram, até porque a marca do banco está associada aos projetos populares. "Acreditamos que o banco veio para somar, em todos os sentidos".

CONSOLIDAR A MARCA

RICARDO GIANINNI
, superintendente de marketing, considerou a parceria "como fundamental para que o BMG possa consolidar a sua marca" como um dos maiores incentivadores do esporte no País. Segundo ele, o banco possui, hoje, cerca de 15 parceiros entre clubes de futebol, vôlei e atletas do chamado especializado: tênis, ginástica e caratê. Galo, Cruzeiro e Flamengo são alguns dos patrocinados. Flávio Guimarães, filho do dono do BMG, Ricardo Guimarães, também veio à cidade. Resumiu o acordo da seguinte maneira: "viemos para ganhar". Do lado do Montes Claros, Tadeuzinho Filho anunciou que deixou a direção do clube por motivos pessoais, mas continuará acompanhando sempre que possível. "Espero ajudar de alguma forma".

NOVAS CORES

COM A MUDANÇA do patrocinador master, o uniforme do time de vôlei do Montes Claros também será repaginado. A cor predominante ainda não foi definida, mas tende a ser algo relacionado com as cores oficiais da cidade e as da logo do banco BMG, deixando o azul de lado para evitar qualquer associação com a antiga logomarca. Certeza também, como já foi abordado na Veneta, é a mudança de fornecedor de materiais esportivos. Duas outras empresas estão no páreo.


VEIA ESPORTIVA

O BMG VEM buscando essa identificação com o vôlei desde o segundo semestre do ano passado, quando patrocinou o time feminino do Sport Recife, segundo nos disse seu superintendente de marketing, Ricardo Gianini, na apresentação do time local. Agora, em 2010, fez opção pelos times masculinos. Primeiro com o São Bernardo, antigo Brasil Vôlei Clube (BVC) e, agora, com o Montes Claros. Mas já investe no futebol há um bom tempo. Neste ano, por exemplo, tornou-se o maior cotista de um novo clube em Belo Horizonte. O Coimbra, que vai disputar a Segunda Divisão do Campeonato Mineiro, será uma espécie de vitrine para os jogadores que pertencem ao grupo BMG.


AGENDA SOCIAL

AINDA NÃO teve qualquer treino com bola para o time de vôlei, o que corrige a informação da postagem anterior – de que o time já teria trabalho pela primeira vez no Ginásio Poliesportivo Tancredo Neves, anteontem à tarde.

OS TRABALHOS por lá devem acontecer somente na semana que vem, depois de todas as avaliações físicas e médicas dos treze jogadores que se apresentaram.
ALGUNS não parecem estar inteiros, o que é normal em qualquer início de temporada. Por enquanto, os trabalhos se resumem aos treinos na areia, no CT da Palimontes (Canelas), e academia, na FW 13 (Ibituruna).
HOJE e amanhã, folga geral, mas não na agenda social. Neste sábado, o time será apresentado à torcida durante as comemorações dos 153 anos, no Parque de Exposições João Alencar Athayde.

EITA FIDEL

A VINDA DO ponteiro cubano Rolando Jurquin, de 23 anos e duas ligas mundiais no currículo, emperra mesmo no aspecto burocrático. Além do trâmite comum a qualquer negociação internacional, o governo da ilha de Fidel exige uma série de documentos, além de repasses mensais não apenas para o jogador, como também à sua família, seu antigo clube (Havana) e até mesmo ao técnico que o descobriu. O Montes Claros fala dele com alguma ponta de desistência.


SEM REDUTOS

JAIR BASTOS, competente jornalista, fotógrafo e o que mais tiver pela frente, direto da Cidade Morena Bocaiuva, perguntava-nos, via Twitter, meia hora depois do jogo do Brasil, qual era o clima em Montes Claros diante da derrota para a Holanda. A cena era a seguinte: os redutos públicos, antes de comemorações, praticamente desertos, mas nas casas, onde a bebida já estava paga, o som continuava no último volume. Acho que festejavam o fim da "Era Dunga II".


FESTA DOS 50

SÍMBOLOS da campanha do título da Segunda Divisão Mineira com o Funorte, em 2008, o goleiro Everaldo no ataque e o zagueiro Odair no meio de campo foram algumas das atrações no jogo festivo que o Juventus realizou semana passada, no campo da Manga João Botelho. O clube, um dos mais tradicionais do futebol amador e varziano de Montes Claros fez um amistoso para comemorar os cinquenta anos de fundação. Foi contra o arquirival Vila Luiza, que levou a melhor: três a um.


MUITO TRABALHO

CONFISSÃO de uma fonte direta da Prefeitura de Montes Claros: dar conta de cumprir toda programação esportiva dos 153 anos, com atletismo, kart, ciclismo e enduro, não foi nada fácil. Embora o discurso vem sendo positivo há mais de um mês, no aspecto financeiro tudo foi fechado aos 44' do segundo tempo, com reuniões de manhã, à tarde e à noite.


RISCOS

NEM TODAS AS quatro competições oficiais que a Liga de Futebol planeja para o segundo semestre podem não sair do papel. A restrição financeira seria o problema maior para a realização do Campeonato Júnior, Torneio Toninho Rebello (Mirim e Infantil), Campeonato Master e o primeiro Campeonato Feminino. Talvez uma delas não saia do papel e pode sobrar para os mais novos.


VAGAS

O PEDIDO da Liga foi de R$ 117 mil para todo calendário e parte foi garantida para o Amador e Juvenil, no primeiro semestre. O restante depende de novas conversas com a administração, que até chegou sugerir à entidade o repasse de um novo espaço para a exploração como estacionamento. A LMF já é responsável pela administração do estacionamento do novo Fórum Gonçalves Chaves.


NÃO FICA?

A PERMANÊNCIA de José Maria Pena no comando do Funorte seria algo pouco provável na disputa da Taça Minas Gerais.

O CLUBE VAI apostar em um orçamento mais modesto neste semestre, utilizando mais as revelações da base.
POR SER UM dos reis do acesso – embora tenha sido somente o terceiro colocado -, Pena é considerado um treinador caro no interior.
MAS PESARIA, principalmente, a campanha pífia que o Formigão teve em casa na disputa do Módulo II, com apenas 38% de aproveitamento dos pontos disputados em oito jogos.
AINDA SOBRE o Funorte, o clube poderá ter mudanças em seu comando, sintoma de uma das últimas reuniões de diretoria. Por enquanto, ninguém confirma.
Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

0 comentários: