Os cartuns de Massoud, direto do Irã: "Ronaldinho não vai, mas torço pelo Brasil"

IRÃ É AQUI

AO LADO DO
montes-clarense Márcio Leite (D), colaborador do Jornal de Notícias e nosso contemporâneo de geração no jornalismo, o cartunista Massoud Shojai (E) é um dos anfitriões da Mostra "Do Irã", que está acontecendo desde a última quinta-feira, no Centro Cultural, e vai até o dia 9 de junho. Trouxe do seu país, um das grandes referências do Oriente Médio, exatos 35 trabalhos produzidos por lá nos mais variados estilos, com alusões mais afinadas à política mundial e à guerra.

AINDA CONSERVADOR

A FALTA DE
temas femininos – e feministas –, sátiras à cultura persa e, ainda, à sexualidade, tem explicação. "O Irã ainda é um país conservador", resumiu Leite, que convidou Shojai para conhecer a cidade através da Mostra - na verdade retribuindo um convite, já que ele esteve visitando o Irã no ano passado.

"OBRIGADO" E "TRANQUILO"

ESSA É A
segunda vez que Massoud vem ao Brasil. No ano passado, esteve no Salão Internacional do Humor, em Piracicaba, interior de São Paulo, mas não teve tempo de ir a um estádio de futebol. Nessas duas experiências, até que tentou aprender o português, mas o seu vocabulário se resume a meia dúzia de palavras, entre as quais "obrigado", "cachaça", "tranquilo" e "amigo". Como fala o inglês fluentemente, não teve tantas dificuldades em comunicação, mas foram necessários os intérpretes para atender o público. Um deles, o acadêmico Bruno Nogueira, do curso de Letras/Inglês da Unimontes, foi quem o ajudou a atender a Veneta.

DEBOCHADO E TÍMIDO

EMBORA TENHA O
dom da irreverência através da arte, o artista mostrou timidez na presença do público. Deixando de lado um pouco a temática da exposição, Massoud falou sobre o futebol e disse qual será a sua opção para o título da Copa do Mundo da África do Sul, que começa daqui a 12 dias. Como o Irã está fora da disputa, eis que o Brasil ganha mais um torcedor. "Não é porque estou aqui, mas sou torcedor do Brasil na Copa do Mundo". Segundo ele, o povo iraniano "é fascinado pelo futebol brasileiro".

"CADÊ O RONALDINHO?"

E QUANDO
comenta sobre sua preferência quanto ao melhor jogador do mundo até parece fazer coro à torcida brasileira nas críticas ao técnico Dunga. "Ronaldinho Gaúcho é o melhor jogador de futebol da atualidade e ele deveria estar na Copa, mas mesmo assim vou torcer para o Brasil, que tem um futebol fantástico".


MULHER TAMBÉM VAI

INDAGADO SOBRE
sobre a cultura iraniana de como as mulheres fazem com o futebol, afirmou que elas também fazem parte do cotidiano da bola em Teerã, capital do país e em outras cidades. "As mulheres podem ir sim aos estádios de futebol, mas ficam em arquibancadas à parte, somente para elas. Isso é parte da nossa cultura e respeitamos isso". (fotos: Márcia "Yellow" Vieira)
Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

0 comentários: