Futebol de Montes Claros revive sonho real do acesso após 12 anos

Exigência no futebol para uma competição de apenas seis jogos como é a segunda fase do Campeonato Mineiro do Módulo II, fazer o dever de casa é a missão do Funorte na tarde deste domingo, às 16 horas, contra o Tombense, pela sexta e última rodada da competição. A vitória por uma boa margem de gols não vai apenas confirmar o time na primeira colocação da Chave C, mas para, principalmente, realizar o sonho de recolocar um time de Montes Claros de volta à 1ª Divisão de Minas depois de 12 anos.

Como o momento histórico, a expectativa é de casa cheia, pois não há concorrência direta com a transmissão da TV com times mineiros. Os ingressos custam R$ 5,00 e a carga é de cinco mil. A venda antecipada começou na sexta.


Somente o líder de cada chave tem esse direito de subir de divisão. De um lado (Chave C), o Funorte com seis pontos e que depende desta vitória para subir, desde que o Itaúna, que tem a mesma pontuação, não faça um saldo maior do que dois gols em relação ao que o time montes-clarense marcar. O time rubro-negro também necessita de uma vitória sobre o Mamoré, em Patos de Minas, neste domingo.


Bendita punição

Essa situação só acontece por causa da punição aplicada ao Mamoré, que estava na condição de líder (8), mas perdeu sete pontos pelo uso de um jogador sem contrato em dois jogos da segunda fase. O clube já recorreu e o seu recurso será analisado pelo Tribunal Pleno do TJD da FMF na próxima terça-feira.

Mas é bom observar que o Tombense vem ao jogo no Norte de Minas também com chances matemáticas de conseguir o acesso. É o terceiro na classificação geral com cinco pontos. Se vencer e houver empate em Patos, quem subirá será o time de Tombos.


Na Chave D, a briga envolve somente o Guarani (10) e o Poços de Caldas (9), que se enfrentam hoje, em Divinópolis. Os donos da casa têm a vantagem do empate. URT (6) e Formiga (4) vão apenas cumprir tabela.



O Formigão chega ao seu jogo com sabor de final ainda indefinido, mesmo com tantos treinos ao longo da semana. O técnico José Maria Pena testou vários esquemas, com dois e três zagueiros, laterais e alas e até três atacantes. Se vai entrar no 4-4-2, no 4-3-3 ou no 3-5-2 só será anunciado nos vestiários, meia hora antes da bola rolar como exige o representante da FMF.

Não há como negar que são vários adversários nesta tarde, além do próprio Tombense, que foi derrotado pelo FEC no turno, em Tombos, por dois a zero. O Formigão tem apenas 38% de aproveitamento como mandante. Diante de sua torcida não venceu nesta segunda fase. A pressão interna por esse resultado imprescindível é amenizada pela boa campanha fora de casa (72% de aproveitamento), que realmente coloca o time na briga pelo acesso.


MAIORES DÚVIDAS

Se forem analisados os trabalhos da semana, as maiores dúvidas são entre Eddiê e Fabrício no lado direito da defesa, Stanley ou Andrezinho pela esquerda e na frente com Ualisson Picachu, Berg e Andrade ou Tiago Pitbull. Um deles ainda poderia ser recuado para fazer a função de armador, caso Everton fique como opção de banco.

O goleiro Rodrigo, com problema no pé, foi poupado e vai passar por testes com o médico Michel no vestiário.

O provável Funorte: Rodrigo (Everaldo); Fabrício (Eddiê), Alex, Anderson e Andrezinho (Stanley); Marcelino, Indinho, Everton (Tiago Pitbull) e Ualisson Picachu; Berg e Andrade (Tiago Pitbull). (CJ)

AS CHANCES DE CADA UM

FUNORTE

Pontos 6 - Saldo 1
1 - Fica com a primeira colocação vencendo, desde que haja empate no jogo de Patos de Minas. Se o Itaúna vencer também, a diferença não poderá ser superior a dois gols em relação à vantagem que o Funorte conquistar.
2 - Caso empate com o Tombense, precisaria de um empate também em Patos de Minas.
3 - Se o Funorte vencer e houver empate em Patos de Minas, mesmo que o Mamoré recupere os pontos do tribunal, o time do Norte de Minas ficaria com o primeiro lugar e a vaga de acesso por causa do saldo de gols (somaria pelo menos mais um gol).

ITAÚNA
Pontos 6 - Saldo 0
1 - O time da cidade de mesmo se garante no acesso se vencer e houver empate ou vitória do Tombense em Montes Claros.

TOMBENSE

Pontos 5 - Saldo - 2
1 - Seria o primeiro colocado da chave com uma vitória sobre o Funorte e um empate em Patos de Minas ou vitória do Mamoré, desde que o time de Patos de Minas não recupere os pontos.

MAMORÉ

Pontos 1 - Saldo 1
1 - Para o Mamoré ser o primeiro dependeria da recuperação dos pontos perdidos no tribunal, além de vencer o Itaúna ou mesmo empatar, desde que houvesse empate também em Montes Claros.
Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

0 comentários: