Brendle, o primeiro a sair

NO MINAS

(Na sequência ao que foi twittado ontem, faço a reprodução do texto na edição impressa desta quarta-feira, do Jornal de Notícias de Montes Claros, com algumas atualizações ao final).

O líbero Tiago Brendle é a primeira baixa oficial do time vice-campeão brasileiro de vôlei pelo Bonsucesso/Montes Claros. Ontem, ao final da manhã, o jogador foi anunciado como novo reforço do Vivo/Minas para a temporada 2010/2011.

Com 26 anos e passagem por todas as seleções brasileiras de base, o gaúcho Brendle foi eleito o melhor defensor da Superliga Nacional, sendo um dos três destaques individuais do time montes-clarense na competição, ao lado de Lorena (melhor sacador) e Rodriguinho (melhor levantador). (foto: Clésio Robert)


E LORENA?

Tudo leva a crer que o time perca também o ídolo Fabrício Dias, o Lorena (na foto, ao lado do campeão Bruninho), para muitos o melhor jogador da Superliga. Embora não seja já em caráter oficial como o caso de Tiago Brendle, ele não voltou com a delegação depois da decisão de São Paulo e foi para a França, em férias, com inúmeras propostas na mão (do Brasil e do exterior), inclusive a de renovação com o Montes Claros. O clube norte-mineiro garante que o oposto chegou a prometer que, se ficar no Brasil, assinará contrato para sua permanência.

SINTOMAS

Vários foram os sintomas sobre a saída de Brendle. Antes mesmo da decisão em São Paulo, o próprio jogador, quando perguntado sobre sua permanência em Montes Claros, preferiu falar somente da prioridade em se concentrar no jogo diante do Cimed/Malwee. Depois da derrota, embora estivesse emocionado, deixou a questão como de responsabilidade de seu empresário, já ciente de sua valorização.

DOIS NOMES DA POSIÇÃO

No entanto, o próprio clube deu sinais dessa baixa, pois logo quando chegou na cidade mostrava interesse na contratação de outro líbero. Os nomes de Fábio Paes (Sesi/SP) e Serginho (Minas) interessavam à diretoria do Montes Claros/Funadem. Serginho esteve acompanhando a final de São Paulo e chegou a conversar com o diretor Victor Oliveira no Ginásio Ibirapuera (foto ao lado), mas acabou acertando com o Sada/Cruzeiro também nessa terça-feira.

NO JIMI

Nessa segunda-feira, Brendle fez questão de acompanhar a namorada em quadra como jogadora do time de Montes Claros nos Jogos do Interior de Minas (JIMI). Na partida disputada no MCTC, o time montes-clarense perdeu para Janaúba por três sets a um.

MAIS UM?

Por ter trabalhado com o técnico argentino Marcelo Méndez no próprio Montes Claros, nos primeiros meses do projeto, o central Acácio também interessa a outro clube mineiro. O jogador de 31 anos faz parte da lista de prováveis reforços do Sada/Cruzeiro. No entanto, a transferência não foi confirmada.


PERMANÊNCIA

Embora a diretoria esteja na fase de reuniões com os jogadores, alguns nomes são certos em relação à permanência como o levantador Rodriguinho e o central Thiago Rey, o "Salsa". O primeiro, inclusive, já dava entrevistas em São Paulo, logo após a final, afirmando do seu desejo de voltar à decisão com a camisa do Montes Claros. (fotos: Rubem Ribeiro)
Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

2 comentários:

cassia morais balieiro disse...

Que bom que Rodriguinho e Salsa permanecem no montes claros,fiquei triste pela saida do líbero Brendle, mas valeu pela sua participaçao no bonsucesso.Mas acredito que depois das contrataçoes e saidas de alguns o time ficara otimo!

Diogo disse...

Ouvi dizer de Zanuto e Giovani (BVC) no MoC? Alguma notícia?