Saem as excursões a preços populares; time já em Sampa; fim dos ingressos

HAVERÁ ESPECIAIS

O LANCE
sobre a falta de especiais a preços populares virou notícia velha em menos de duas horas, como comentamos aqui mesmo no blog.
A REVIRAVOLTA COM notícia boa aconteceu no início desta noite de quarta-feira para a torcida do vôlei de Montes Claros, que poderá ir em maior número a São Paulo.
O BANCO BONSUCESSO, patrocinador que dá nome ao time, assumiu as despesas no fretamento de nove ônibus para a torcida acompanhar a final da Superliga Nacional de Vôlei, sábado, diante do Cimed/Malwee.
A IDEIA REPETE o que aconteceu nos jogos em Itabira, Belo Horizonte e São Bernardo do Campo, mas com o custo de R$ 55 ao invés dos R$ 20 naquelas oportunidades.
O REAJUSTE é por causa da distância maior entre Montes Claros e São Paulo: 1,1 mil quilômetros.

PREÇOS POPULARES

CAPITULANDO ENTÃO
: custo de R$ 55 por pessoa, sendo que cada interessado só poderá fazer duas reservas.
SÃO 405 vagas e as inscrições devem ser feitas somente na sede da Funadem, fundação mantenedora do clube: rua Odilon Macaúbas, 230 - Centro.
HORÁRIOS: 9 às 12 horas e das 14 às 18 horas, somente nesta quinta-feira.
O PACOTE garante passagem de ida e volta, ingresso e uma camisa oficial do patrocinador.

PONTUALIDADE

A SAÍDA dos ônibus acontecerá às 9 horas de sexta-feira, direto da Praça da Catedral.
A PROMESSA de pontualidade, já que a BR-135 está em obras em vários trechos, o que poderá atrasar a viagem entre Montes Claros e Belo Horizonte.
SOBRE O retorno, logo após o jogo no Ibirapuera.
HAVERÁ, ainda, um décimo ônibus, mas reservado exclusivamente para o pessoal da imprensa de Montes Claros e de algumas cidades do Norte de Minas.

MOROSA, MAS DEU CERTO

A NEGOCIAÇÃO
entre o clube e o patrocinador foi morosa, até porque a Funadem foi bem clara que não poderia assumir sozinha os custos dos fretamentos.
A IDÉIA foi lançada ainda na segunda-feira, mas somente na quarta-feira o martelo foi batido entre as partes.
DOIS PONTOS merecem ser observados:
A GARANTIA da CBV, que repassou 600 ingressos para o clube (de onde estão saindo os 405 para os especiais);
E A CAMPANHA que a própria torcida fez cobrando alguma providência para aqueles que não podiam pagar pelos pacotes da agência de turismo.
PELOS NOVOS fatos, parte dos textos a partir daqui foram atualizados.

JÁ EM SAMPA

O TIME DO
Bonsucesso/Montes Claros seguiu nesta manhã rumo a São Paulo, palco da final da Superliga Nacional de Vôlei. No sábado, contra o Cimed/Malwee. O primeiro voo saiu às 7h30 de MOC para Belo Horizonte e, logo em seguida, às 10h15, para a capital paulista, chegando, exatamente, às 12h50.

PERTO

A DELEGAÇÃO ESTÁ
no Novo Hotel, a menos de cinco minutos do Ginásio do Ibirapuera. Os dois dias que antecedem a final vão servir para reconhecimento da quadra, aprimoramento dos fundamentos e atender a agenda de imprensa. O primeiro deles será ainda hoje, às 18 horas. É bem provável que algum jogador esteja ao vivo nos programas do Canal SporTV, quinta ou sexta à tarde.

TREINO PELA MANHÃ

NESTA
quinta-feira, treino em apenas um período: 10h30 às 12h30, assim como na sexta-feira, também no Ginásio Já em casa, o último treino em casa aconteceu na noite de ontem, no Ginásio Poliesportivo Tancredo Neves. Aparentemente tranquilo, o técnico Talmo de Oliveira terá o time completo.

ESGOTADOS

EM NOTA
oficial antes do meio-dia desta quarta-feira, a CBV confirmou que todos os 10,8 mil ingressos da decisão no Ibirapuera estão esgotados. Cada torcida teve direito a uma cota de 5,4 mil. A transmissão ao vivo será no sábado, às 9h30, no canal aberto da Globo. Montes-clarenses que moram em São Paulo denunciam que os cambistas tomaram conta dos bilhetes, já que havia limite de seis ingressos por pessoa. O preço agora, a partir do esgotamento, é de no mínimo R$ 80,00.

INGRESSOS

O CLIMA DE PAZ
demonstrado pelos jogadores contrastava com as sensações dos torcedores. A primeira delas foi com a ausência de postos oficiais de venda de ingressos em Montes Claros, mesmo o time da casa sendo finalista. A distância, opção pela internet. Antes dessa garantia do clube de última hora, quem optou em comprar pessoalmente, teve que andar pelo menos 420 quilômetros, pois, somente na Capital em Minas havia revendas autorizadas pela CBV. Ou mesmo, apelar aos favores de parentes e amigos que moram em Belo Horizonte, São Paulo ou até mesmo no Rio de Janeiro.

TRANSPORTE

MAS ANTES DA
garantia dos especiais, a grande polêmica tornou-se o transporte da torcida, que estava restrito apenas às agências de viagem, com preços maiores. As quatro empresas que estão organizando a viagem cobram entre R$ 140 a R$ 1,5 mil em pacotes que variam desde a oferta da viagem propriamente dita (até mesmo aérea) até a garantia do ingresso, alimentação e hospedagem.

ESPECIAIS SEM CUSTEIO

O CLUBE HAVIA
deixado claro que seria impossível a Funadem arcar sozinha com toda a despesa. Nos jogos em Itabira, Belo Horizonte e São Bernardo Campo ao longo da Superliga o transporte a preço popular teve as despesas divididas entre a Funadem, fundação que administra o clube, e uma empresa da cidade.

A DE FLORIPA

OUTRA ESPERANÇA
estava junto à Prefeitura, até mesmo porque a de Florianópolis, distante a 690 quilômetros de São Paulo, vai bancar 15 especiais de graça para a torcida do Cimed/Malwee. Mas o município de Montes Claros não é quem está oferecendo o transporte da torcida para São Paulo.

BRONCAS (E EX-BRONCAS)

TALVEZ TENHA
sido isso o que impulsionou esse acordo com o patrocinador, pois a torcida não deixou de mostrar revolta e cobrar empenho, entendendo que esse seria o momento para reconhecer a força que teve na campanha do time. Por conta própria, chegou a organizar uma lista para a viagem a Sampa, entendendo que haveria a cessão do transporte. No Orkut, na comunidade dedicada ao próprio time (Bonsucesso Montes Claros), a bronca foi geral, mas mudou o astral tão logo foram anunciados os especiais a preços populares.

CONCENTRAÇÃO

QUEM NÃO PODE IR
garante que vai torcer de longe. Vários pontos de concentração foram definidos: bares, casas, escolas e até ginásio para acompanhar a transmissão pela TV aberta, a partir das 9h30, pela TV Globo. Antes disso, prometem uma despedida de gala aos atletas, se necessário, até mesmo de madrugada, antes do embarque desta manhã, no aeroporto de Montes Claros.

NA TELA

A TV GERAES
anuncia uma cobertura especial da final da Superliga Nacional. A programação será ao vivo, direto do Mapa de Minas, na Avenida Sanitária, sob o comando do jornalista Raphael Bicalho e com a participação de comentaristas esportivos, torcedores e outras pessoas ligadas ao vôlei. Como foi dito acima, parte da imprensa de Montes Claros viaja nesta sexta-feira para São Paulo, às 12 horas, em ônibus fretado.
Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

3 comentários:

Maurício disse...

Fiquei indignado quando pela manhã de hoje na bilheteria do ibirapuera fui comprar um ingresso, sem fila alguma, perguntei ao caixa da bilheteria se haviam ingressos ainda e o mesmo me respondeu que tinham sim, para arquibancada. Liguei para um amigo e avisei,nesse meio tempo, ninguém comprou ingresso e após cinco minutos, quando fui comprar não havia mais nenhum. Acho que deveriam deixar ingressos restritos para a venda na bilheteria e não vender todos pela internet.

magna disse...

mais incrivel e eles nao colocarem teloes espalhadoa pela cidade de moc para que a torcida que e apaixonada pelo time acompanhar mesmo se for de longe

Anônimo disse...

Alô Pessoal De Montes Claros,

Nós aqui de Aracaju estamos torcendo pelo Lorena e Cia.
Admiramos essa torcida maravilhosa, show de bola.
Abraços,

Marcelo