O três dominou: no vôlei, no futebol, no calendário, na tabela...

É O TRÊS, CARA

Seja no futebol, com o Funorte, ou no vôlei, com o Montes Claros/Bonsucesso/Funadem, três foi o número do esporte de Montes Claros no final de semana. Tudo começa pela data: dia 3 de abril, Sábado de Aleluia.

NA QUADRA

No vôlei, tudo conspirou a favor do Montes Claros/Bonsucesso/Funadem na última semana e, fazendo seu dever de casa, venceu o Vôlei Futuro por 3 a 0, parciais de 27/25, 25/19 e 25/21, sábado pela manhã, com pouco mais de 3 mil pessoas no Poliesportivo Tancredo Neves. Presente para o central Acácio, aniversariante do dia, que ganhou um banho de água gelada ainda dentro da quadra. Para o restante do time, diretoria e comissão técnica, um churrascão no domingo.

VÔLEI = INDY?

Se houvesse nas quadras o mesmo prêmio que a Fórmula Indy oferece, certamente o time do Norte de Minas ganharia a comenda "Hookie of de Year" - ou o "Estreante do Ano".

DERRUBANDO ESTRELAS

Com pouco mais de 10 meses de vida, o time desbancou figurões da Superliga não apenas nos confrontos diretos, como também na classificação geral. O Sesi/SP de Anderson e Giovanni teve que se contentar com a quarta colocação, enquanto que, ao Sky/Pinheiros, de Giba, Gustavo e cia, restou o quinto lugar. Nas quartas-de-final, eles vão se merecer e jogarão por uma vaga na semifinal.

SALTITANTE

A vitória somada ao resultado da quinta-feira, quando havia vencido o Let's/Náutico também por 3 a 0, fez com que o time, em menos de 3 dias, saltasse da quinta para a colocação geral ao final da primeira fase da Superliga Nacional de Vôlei, contra o Brasil Vôlei Clube (ex-Banespa), que ficou com o sexto lugar.

DE PESO

A boa campanha acabou garantindo uma vantagem de peso para os play-offs. Caso haja necessidade de 3 partidas, a delas será em Montes Claros. Mas é bom primeiro pensar, por enquanto, só na primeira, já agendada para esta quarta-feira.

PRIMEIRA ESCOLHA

Como teve melhor campanha, o Funadem teve o direito de escolher o primeiro mando de quadra, acreditando piamente no apoio maciço da torcida como aconteceu ao longo de toda a primeira fase. Foram nada menos do que 90 mil torcedores, conforme a somatória dos públicos oficiais nos relatórios da CBV.

NA CANCHA

Mesmo
como visitante em Patos de Minas, cidade onde já havia dobrado a URT, o Funorte conseguiu sua vitória consecutiva: 3 a 0 sobre o Mamoré, repetindo a dose do jogo do turno (3 a 0 em Montes Claros). Os gols foram de Andrade, em seu primeiro compromisso como titular, e Picachu, ambos no primeiro tempo, e Ditinho, aos 47' do segundo. Nos outros dois jogos da rodada, a URT perdeu em Três Corações para o Tricordiano (0x3) e o Araxá complicou o que já estava ruim, sendo derrotado pelo Poços de Caldas, fora de casa, por dois a um; segue na lanterna.

VISITANTE 73

Além da
invencibilidade nos cinco jogos fora de casa, o time surpreende pelo percentual de aproveitamento longe de Montes Claros: 73,3%, com três vitórias e dois empates. São oito gols marcados e apenas dois sofridos. Como nos disse o próprio técnico José Maria Pena no início dos trabalhos por aqui - mas sem prometer nada -, "isso é coisa de campeão".

LÍDER 17

A combinação
ratificou a condição de líder da Chave A, agora com 17 pontos, seguido pelo Poços, com 14, Tricordiano e Mamoré com 12. Fora do G-4, como é chamado a zona de classificação, estão a URT (11) e o desesperado Araxá (8). Resta apenas mais uma rodada e somente vencendo, desde que a URT seja derrotada, é que o Ganso escapará do rebaixamento.

ÚLTIMO

Sem nada
a ver com a vida do Araxá, o Funorte vai jogar de novo em casa, contra o Tricordiano, sábado, encerrando a sua campanha da primeira fase e de olho da outra chave, de onde sairão dois dos seus três adversários da segunda fase.
Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

4 comentários:

Cristina disse...

Faça uma entrevista com o Brendle!!! Ninguém reconhece a importância dele para o time!!!!

Paul disse...

Parabéns pelo blog, informações completas e detalhes muito interessantes sobre os bastidores da Superliga, Campeonato Mineiro e demais torneios de interesse do esportista norte-mineiro. Boa ventura...

Christiano Jilvan disse...

Obrigado Paul. Isso chama-se combustível para continuar buscando a informação mais completa possível.
Abs
Jilvan

Christiano Jilvan disse...

Ok Cristina... O Brendle é aquele que num sai na foto (rsrsr), mas realmente tem um peso impressionane nesta campanha do time, tanto que foi cotado para a lista do Bernardinho até o último minuto!!!
Valeu pela dica
Abs