Três a zero; do fácil ao difícil

Fácil e, ao mesmo tempo díficil. É possível? No Vôlei sim.

E foi dessa maneira que o Montes Claros/Funadem venceu o Vôlei Futuro, na última noite, em Araçatuba, pela última rodada do turno da Superliga. A facilidade pelo placar propriamente dito: três sets a zero.

A dificuldade: as circunstâncias do jogo bem visíveis na superação do time para reverter a vantagem adversária, em especial no primeiro e no terceiro sets. Basta ver as parciais para se confirmar esse discurso: 30/28, 25/22 e 25/23 em uma hora e 34 minutos. No primeiro set por exemplo, o time chegou a estar perdendo por sete pontos (16 a 9). A diferença caiu para cinco (22 a 17) até a virada na hora certa.


A terceira colocação está garantida, através apenas de Cruzeiro e Cimed, que fazem o clássico amanhã, em Itabira, na abertura do returno. O Funadem jogará na terça, às 18h30, contra o Sesi/SP, uma chance de devolver a derrota para o time que foi o único a derrubá-lo em Montes Claros.
Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

0 comentários: