Três a zero para mais de 6 mil

O jovem time do Funvic/Up Time/Cuiabá bem que tentou, mas prevaleceu não apenas a experiência, mas também a técnica e o entrosamento dos anfitriões para mais uma vitória do Montes Claros/Funadem na Superliga Nacional de Vôlei. Na noite de terça, o time fez 3 a 0 nos mato-grossenses – parciais de 25/19, 31/29 e 25/10 –, em apenas uma hora e 28 minutos, diante de 6,1 mil pessoas que aderiram à campanha "Natal do Bem" e levaram, cada, um quilo de alimento não-perecível para a campanha do clube em assistência aos carentes.

Lorena e Diogo, 12 vezes cada, mais uma vez foram os maiores pontuadores do time, que subiu para a 10ª colocação, ainda em desvantagem em relação aos líderes pelos dois jogos a menos que a tabela determinou.

DIAGONAIS

A imaturidade do adversário, que pouco soube se arriscar na variação de ataque – insistindo nas bolas diagonais – ajudou o Montes Claros praticamente em todo o jogo, tanto que o técnico Talmo de Oliveira faz diversas experiências. "Uma boa oportunidade para testar variações", confessou. Somente o levantador Danilo e o ponteiro Rodrigo Canhoto não foram utilizados.

O primeiro set poderia ter sido mais tranqüilo, já que o time vencia por 22 a 15. Erros de saque e de ataque permitiram ao Cuiabá encostar, mas sem maiores ameaças. No segundo set, de maior equilíbrio, os saques ajudaram o visitante a sair na frente no placar, além dos inúmeros ataques para fora do Montes Claros. O Cuiabá chegou a fazer 20 a 15. O incentivo da torcida provocou a reação do time da casa, que empatou em 21. Depois disso, a partida foi para o ponto a ponto até o levantador Bruno cometer dois toques e fechar o set.

O set final foi um passeio. Abusando na força de saque e bloqueio com a linha formada por Deivid, Piá e Salsa, o time chegou a fazer 16 a 4. Depois 23 a 9 até fechar nos 25 a 10 em apenas 21 minutos.

Como mestre-de-cerimônia, Lorena faz os votos de Natal


Ao invés da corrida para os vestiários ou mesmo rumo à sala de imprensa para a tradicional coletiva, os jogadores do Montes Claros/Funadem resolveram, literalmente, fazer a alegria do povo, afinal, o ginásio recebeu 6.113 pessoas, recorde máximo da competição. Aliás, o clube tem todos os quatro melhores números nesse quesito.

Com os três sets a zero garantidos, se reuniram no centro da quadra para saudar a torcida. Ovacionado até mesmo quando errava, o oposto Lorena fez improviso de ‘mestre-de-cerimônias". Assumiu o microfone do animador de torcida e fez, em nome dos companheiros, os votos de Feliz Natal para o público.

"Acho que tudo o que está acontecendo aqui tem grande parcela de contribuição da torcida", disse ao JN. Logo em seguida, acompanhado por Rodriguinho, Ezinho, Thiago Salsa, Diogo (FOTO ACIMA) e Leozão, se dirigiu ao alambrado e posou para as fotos até mesmo carregando crianças no colo. Distribuiu autógrafos até o último pedido, tanto de mulheres, homens e crianças.

O grupo inteiro ganhou folga ao final do jogo, podendo viajar para os festejos de Natal em suas cidades. A volta está programada para o sábado, inclusive com treino com bola à noite, no Poliesportivo. O próximo compromisso pela Superliga será no dia 29, às 19 horas, de novo em casa, contra o Upis/Brasília (DF). Em dois amistosos na preparação, o Montes Claros venceu todos. (Fotos: Clésio Robert/Funadem)
Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

0 comentários: