Recent comments

Sem gringo, camisas, balanço da Superliga...

Nada de gringo

O Funorte tentou mesmo a contratação de um volante argentino para sua próxima temporada, mas desistiu de levar a negociação adiante no momento em que foi informado que o seu empresário é o mesmo da barca nordestina que esteve no clube na Taça Minas Gerais. Chiquinho, Clayton e Juninho apenas fizeram número no grupo tricolor – e olhe lá. Mesmo antes da eliminação no Independência, com o empate diante do misto quente do América, o trio já havia sido dispensado.

Mais troféus

O Trail Clube de Montes Claros fez ontem, no Free Chopp, sua confraternização de final de ano, com a entrega dos prêmios para os pilotos campeões da Copa Motosmar/Honda e Campeonato Norte-mineiro de Enduro. E para amanhã, quem está anunciando um evento do mesmo gênero é o Fáusio Silva, da Bicho do Mato Promoções. Vai premiar os melhores das Copa Veloterra, Rally e Enduro de Regularidade. Será no Quintal, às 20 horas.

Nono da Liga

O Montes Claros/Funadem reiniciou os treinos ontem na condição de 9º colocado geral da Superliga de Vôlei.
Está na semana do Brasil Vôlei Clube/São Bernardo, que receberá neste sábado, às 19 horas, no Poliesportivo, já apelidado pela imprensa de fora como "Tancredão".

É bem verdade que o time montes-clarense tem um jogo a menos em relação à maioria dos outros 16 clubes.
E com 71 pontos – 60 ataques, dois bloqueios e nove saques diretos –, o oposto Lorena é o segundo melhor da competição, atrás apenas do cubano Dariel, do quase lanterna Soya/Blumenau/Barão. Ele pontuou 77 vezes, embora o seu time tenha perdido os quatro jogos.

Campo sintético

A grande meta do MCTC para 2010 é a construção do seu campo de grama sintética, que permitiria o fim da manutenção com terras e adubos e, o mais importante: a volta dos centro de formação de base e um calendário de jogos o ano todo. A grande cartada seria justamente o projeto social das escolinhas para crianças carentes, como já funciona na Natação e no Futsal (via Correios). Esse é o fator de convencimento para o governo federal liberar recursos.

Bastidores

A eleição pela presidência da liga de futebol de Montes Claros, marcada para a segunda-feira que vem, promete ser equilibrada pelos bons laços de relacionamento das duas frentes.

O grupo de Carlos Augusto Leite/Edson Luiz (Carlão e Lula), que é apoiado pela atual gestão, aposta no currículo que o cabeça-de-chapa tem como homem forte do JIMI e do Campeonato Rural há mais de 15 anos, além de seu bom relacionamento no município há pelo menos quatro administrações.

Já Eliezer Moreira/Afonso Cordeiro (Liu e Afonso Contador) vêm de dois grandes redutos do futebol montes-clarense.

Liu é ex-presidente do Magalhães, do Grande Delfino, região que briga com o Santos Reis pela condição de o maior número de clubes amadores.

Afonso, por sua vez, é o idealizador do Campeonato do Floresta, que impressiona pela grande ascendência entre as principais competições de bairro de Montes Claros ao lado do Santos Reis e Major Prates.

Certificados

Como encerramento de sua gestão à frente da LMF, Diu Andrade anuncia um evento para esta quinta-feira, às 20 horas, em sua sede. Vai entregar um certificado a cada um dos clubes que foram campeões nas promoções coordenadas por ele. No mesmo dia, inaugura um painel de fotografias e documentos dos últimos quatro anos. Segundo Diu, a prestação de contas acontecerá tão logo seja encerrado o exercício de dezembro.

Ídolos em MOC

Quarteto com história no Atlético nos anos 70 e 80, Éder Aleixo, Paulo Isidoro, Miranda e Marcus Vinícius estiveram no Norte de Minas no final de semana. Como convidados de um amistosos festivo, jogaram em Januária no domingo e na volta para a Capital BH, uma passadinha por Montes Claros.

Chegam as camisas

Fornecedora de materiais esportivos para o Montes Claros/Funadem, a Finta deverá entregar o primeiro lote de camisas oficiais na terça-feira. A promessa da empresa, que tem sede em Araxá, era de atender o time em seu terceiro jogo em casa na Superliga, dia 19, contra o Brasil Vôlei Clube (antigo Santander). E entre a entrega do material e o jogo, haverá um coquetel de lançamento da indumentária, com a visita dos diretores da Finta: Leuton Bertolini (presidente) e Marco Rossa (administrativo).

Novo canal

Um projeto de sala de aula do curso de jornalismo – sétimo período – abre mais um espaço para o esporte local.
A publicação no formato tablóide é o “Giro Esportivo”, assinado pelos companheiros Girleno Alencar, Cida Santana e Luiz Ribeiro.

Na primeira edição, a matéria de destaque é sobre o ostracismo dos chamados clubes clássicos do futebol de Montes Claros – Cassimiro de Abreu e Ateneu – em relação às competições oficiais.
O caso do Broca é o mais grave porque parou por completo, enquanto o Mais Querido tem, ainda, o seu estádio.

O primeiro

Na quinta-feira, a FMF divulgou a tabela completa do Módulo II e o Funorte fará, literalmente, a abertura da competição, em seis de fevereiro, às 16 horas, contra o Tricordiano, na casa do adversário. No mesmo dia, haverá apenas mais uma partida (Mamoré x Araxá), mas uma hora depois do chute inicial em Três Corações. Os outros quatro confrontos serão no domingo seguinte.

Novato

O adversário da estréia tricolor é um dos novatos na competição, condição alcançada com a conquista da terceira e última de acesso da Segunda Divisão 2009. Subiu ao lado do Sapo Mamoré e da Tombense, uma filial do Atlético com nada menos que 18 jogadores emprestados por Kalil.

Também Galo

Muitos devem estar achando que o Tricordiano se trata de um novo clube, fundado há pouco tempo naquela cidade. Mas a sua assessoria explica de bate-pronto: é o remanescente do famoso Atlético de Três Corações. A mudança significativa aconteceu apenas no nome e no distintivo, que ganhou uma mascote estilizada. Qual? O Galo do Sul.

Casa cheia

Com a melhor média de público da Segunda Divisão – na festa que marcou o acesso, quatro mil pessoas assistiram a vitória de dois a zero sobre a Unitri/Araguari –, o Tricordiano tem no estádio Elias Arbex sua grande arma; a capacidade total é para cinco mil torcedores. Logo na estréia, o Formigão vai encarar uma casa lotada.

Depois o Sapo

Na sequência da tabela, a primeira partida em casa para o Funorte será no dia 13 de fevereiro, às 16 horas, contra o Mamoré. Udemberg Soares, ou simplesmente Berg, primeiro reforço do ataque pedido pelo técnico José Maria Pena – e contratado – será uma peça fundamental para este compromisso, já que até três semanas atrás estava no Sapo de Patos de Minas. Serviço de informante, claro.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.