Funorte vai jogar na Índia; Poliesportivo pode receber basquete e handebol

Clube aceita convite para a disputa do Torneio Malabar United em janeiro; novo técnico pode ser anunciado até esta quinta-feira

O Funorte vai trabalhar fora de Montes Claros em sua preparação visando a disputa do Campeonato Mineiro do Módulo II; e muito longe de casa. Nesta tarde, o clube recebeu oficialmente – e aceitou – o convite para a disputa do Malabar United International Tournament, uma copa com a participação de outros sete times de várias partes do mundo e que acontecerá entre os dias 15 a 31 de janeiro, na cidade de Calicute, no litoral oeste da Índia.

A organização é do mesmo clube que dá nome à disputa, um dos participantes da Segunda Divisão daquele país. A presença dos norte-mineiros foi viabilizada pela empresa Tetra Brazil, parceira do clube em intercâmbio de jogadores. O Botafogo do Rio de Janeiro foi o primeiro convidado, mas recusou.

O Torneio Malabar United será disputado no estádio Floodlit, sendo que, na primeira fase, serão formados dois grupos com quatro clubes. Após rodízio simples, os dois primeiros de cada lado classificam-se para as semifinais. Os outros competidores ainda não foram divulgados.

SEGUNDO CENTRO

Na correspondência enviada ao diretor executivo do FEC, Cristiano Dias Júnior, o presidente do Malabar, Mohamed Mannil, destaca a cidade de Calicute como "o segundo mais importante centro futebolístico da Índia", atrás apenas de Calcutá. Para ele, o Funorte vai abrilhantar o torneio por ser o representante do melhor futebol do mundo. A cidade sede do torneio, também chamada de Kozhikode, conta hoje 933 mil habitantes e tem a sua origem datada no século 16, curiosamente por interferência de navegadores portugueses.

Nem todos os jogadores do grupo profissional poderão ser utilizados no Torneio, já que há um limite de idade entre 18 e 25 anos. "Vamos utilizar aqueles juniores que estouraram a idade e os mais novos do elenco profissional", disse o diretor Cristiano Júnior. Para ele, "toda experiência é bem vinda, principalmente com essa importância de representar o país.

Nesse primeiro momento, a comissão técnica na Índia será formada pela dupla da Taça Minas Gerais, com Maurélio Miranda (treinador) e Ílio Borges (auxiliar).

O técnico que está prestes a ser contratado, ainda nesta semana, para a disputa do Módulo II, iria para o exterior se lhe for conveniente.

O diretor de futebol do Funorte, Jeibson Moura, explica que o clube não terá qualquer ônus em relação à sua viagem para a Ásia. Os coordenadores assumem todas as despesas com a viagem aérea, hospedagem, alimentação e transporte terrestre. Outra garantia é uma cota de três mil dólares pela participação.

NOVO TÉCNICO

A saída de Givanildo de Oliveira do América complicou a negociação do Funorte para ter Marcelo Oliveira em seu comando em 2010. O Coelho tem interesse em sua contratação e a seu favor o fato de disputar o Campeonato Mineiro da 1ª Divisão, a Copa do Brasil e o Brasileiro da Série B. Por isso, Moacir Júnior voltou a ser a bola da vez. O técnico já não teria mais interesse de ir para o Democrata/GV, mas ainda aguarda uma contraproposta e o acerto dos salários atrasados do Villa Nova após a disputa da Taça Minas Gerais.

Júnior arranca ponto em BH mas cai para 3º

Entretanto, com mais duas vitórias, combinadas com empate no clássico entre Cruzeiro e América neste final de semana, time poderá se tornar campeão mineiro júnior

O Funorte segue bem na briga direta pelo título do Campeonato Mineiro Júnior. No sábado, o time arrancou um empate diante do Atlético, fora de casa, na 8ª rodada do hexagonal final. O jogo foi disputado no Campo do Frimisa, em Santa Luzia, e terminou com um gol para cada lado.

Com este ponto, além da combinação de resultados das outras duas partidas, o time do técnico Erivelto Martins caiu para a terceira colocação, mas somente a três pontos do líder Cruzeiro. Restam duas rodadas para o final da competição.

Ainda no sábado, a Raposa venceu o Venda Nova por um a zero, chegando aos 19 pontos. Já o América conseguiu chegar à mesma pontuação do Funorte (16), mas melhor saldo de gols, pois fez cinco a um no Divinópolis.
No sábado que vem, o time tricolor de Montes Claros volta a jogar fora de casa, contra o Divinópolis. A seu favor, o fato de enfrentar um adversário tecnicamente mais fraco – é o lanterna –, enquanto Cruzeiro e Coelho farão o confronto direto.

Desde que vença no Centro-Oeste, o melhor resultado para o Formigão no clássico seria um empate. Dessa forma, voltaria à segunda colocação e com apenas um ponto atrás da Raposa. Na rodada final, vai jogar justamente contra os cruzeirenses; e em casa. O Galo já está eliminado da briga pelo título.

CLASSIFICAÇÃO ATUAL

1) Cruzeiro, 19; 2) América e Funorte, 16; 4) Atlético, 11; 5) Venda Nova, 4; 6) Divinópolis, 3.


Outras seleções nacionais na agenda do Poliesportivo

O sucesso de público no jogo de futsal entre Brasil e Hungria, não apenas com torcedores da cidade, mas também de regiões vizinhas ao Norte de Minas, deverá ganhar uma nova versão no Ginásio Tancredo Neves. O secretário-adjunto de Esportes e Lazer, Jaime Tolentino Miranda Neto, o Jaiminho, informou à VENETA que a prefeitura iniciou entendimentos com as respectivas confederações para a realização de pelo menos mais dois desafios internacionais no maior ginásio do interior de Minas.

O primeiro envolveria a seleção brasileira de handebol adulto contra um adversário ainda a ser definido (o mais provável é a seleção da Croácia). A outra atração na mira do município é a seleção de basquete, com Anderson Varejão, Nenê Hilário e outras estrelas da NBA e NBB.

Para o sucesso nestas empreitadas, o trabalho nos bastidores vai ser parecido ao dos desafios do futsal e do vôlei, com parcerias com as confederações e, principalmente, com os patrocinadores oficiais de cada seleção. Em contrapartida, o município assume as despesas com alimentação, hospedagem e transporte das delegações.

Em setembro, a cidade recebeu dois jogos da Seleção Brasileira de Vôlei Masculino contra os Estados Unidos. A média de público em cada dia foi de 7 mil pessoas, com direito a transmissão pelo canal a cabo SporTV, da tv Globo.
Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

0 comentários: