Vôlei faz as honras na reabertura do ginásio

Com a promessa de casa cheia, já que os oito mil ingressos foram esgotados - todos gratuitos -, o Funadem/Montes Claros terá a honra de fazer o jogo de reinauguração do Ginásio Poliesportivo Tancredo Neves neste sábado, contra o Vivo/Minas, um dos seus adversários na próxima Superliga Nacional. O confronto terá início às 19 horas, sendo antecedido por uma série de eventos, como a abertura do painel "Benfeitores do Esporte", inauguração da praça deputado Fernando Diniz e a homenagem às lideranças que viabilizaram os recursos para a reforma do local.

Estreante na principal competição do vôlei masculino do País, o Funadem nasceu através de uma parceria da iniciativa privada com a Prefeitura. Em menos de dois meses, o time foi montado, tendo inclusive conquistado o Circuito Internacional contra o Sada/Cruzeiro e a Argentina Sub-23. Conta com jogadores experientes como o ponteiro Ezinho (o maior pontuador da história da Superliga) e o levantador Rodriguinho. Agora, faz um amistoso contra o Vivo/Minas, que será seu rival tanto no estadual como na Superliga e, ainda neste sábado, viaja para Belo Horizonte, de onde, no dia seguinte, seguirá para Buenos Aires, onde disputará a Copa Mercosul.

FORÇA – Considerado o maior ginásio do interior de Minas, o Poliesportivo de Montes Claros passou por uma reforma completa, na qual foram aplicados recursos da ordem de R$ 2 milhões. Nesse primeiro momento, segundo o prefeito Luiz Tadeu Leite em coletiva ontem de manhã, o município custeou toda a obra, mas há negociações com o Governo de Minas e a União para o repasse de verbas na reposição dos gastos. Ainda conforme Tadeu, foi a criação do time que motivou a prefeitura a fazer a obra, já vistoriada pela Confederação Brasileira de Vôlei em duas oportunidades. A terceira será hoje.

Oito mil

A adequação aos padrões internacionais custou ao ginásio a redução de sua capacidade de 12 mil para 8 mil pessoas, pois foram instaladas cadeiras no lugar da arquibancada. No local, ainda cabine de TV, tribuna de honra, novos vestiários, academia, alojamentos, placar eletrônico e o mais importante: um novo piso recomendado pela CBV. Tantas pompas renderam à cidade a escolha para sediar dois amistosos entre as seleções principais do Brasil e dos EUA nas terça e quarta-feira.


Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

0 comentários: