Por uma semana, Montes Claros a Capital do vôlei













* Na reabertura do Poliesportivo, Funadem/Montes Claros enfrenta o Vivo/Minas e, três dias depois, chega à cidade o Brasil de Bernardinho e Giba

Funadem/Montes Claros e Vivo/Minas, dois representantes do Estado na Superliga Nacional de Vôlei Masculino, serão os protagonistas do jogo que vai marcar a reinauguração oficial do Ginásio Poliesportivo Tancredo Neves. O duelo será neste sábado, às 19 horas, com acesso gratuito para oito mil pessoas. E nos dias 22 e 23, acontecem os confrontos internacionais entre as seleções principais do Brasil e do Estados Unidos, no mesmo local, ao preço de R$ 30,00. Ao que parece, nesta semana, a cidade de Montes Claros se tornará a capital nacional do vôlei.

Os dois times já ensaiavam um amistoso desde agosto, quando foi realizado o Circuito Internacional no Ginásio da AABB. A competição contou com as presenças do Sada/Cruzeiro e da Seleção Argentina Sub-23 e foi vencida pelo time de Montes Claros de forma invicta. Na época, por causa de sua agenda, o clube da Capital não pôde atender ao convite. Para acompanhar Funadem e Vivo/Minas o torcedor precisará retirar o ingresso nos postos autorizados: Secretaria de Esportes (Praça dos Jatobás), secretaria do MCTC (Praça de Esportes), balcão do shopping popular e bilheteria do ginásio poliesportivo. O limite é de dois bilhetes por pessoa.

"FOGO" – Se para a torcida, o momento será de festa com o jogo de estreia da nova casa, para o Funadem será seu maior "teste de fogo". Afinal, o adversário é nada menos que o atual vice-campeão da Superliga Nacional. "O Minas é uma potência e não há dúvidas que o nosso time será bastante exigido do início ao fim", analisa o diretor de vôlei do representante de MOC, Victor Oliveira. Segundo ele, que também é jogador, mas segue em tratamento de uma lesão no tornozelo, o amistoso festivo será uma oportunidade ímpar de perceber qual o grau de evolução do seu time desde a disputa do Circuito Internacional, há praticamente um mês.

"Vamos detectar os avanços de lá pra cá e, obviamente, os pontos fracos que precisam ser aprimorados o quanto antes", completou Victor, que confirmou ao JN a contratação do ponta Diogo, que vem do vôlei italiano. Ele vem para substituir a vaga deixada por Renato, da mesma posição e que foi liberado para negociar com o Volta Redonda, único time do Rio de Janeiro na Superliga masculina.

Reedição da final de Pequim

Agendadas pela Confederação Brasileira de Vôlei (CBV), as partidas entre Brasil e Estados Unidos fazem parte do calendário oficial das duas seleções, além de reeditar a final dos Jogos Olímpicos de Pequim/2008. É o melhor vôlei do planeta que terá Montes Claros como palco: brasileiros oito vezes campeões da Liga Mundial e americanos atuais campeões olímpicos.

Os amistosos em Montes Claros serão realizados nas próximas terça e quarta-feira, sempre às 19 horas, com direito a todas as estrelas de ambos os lados. O técnico Bernardinho convocou os levantadores Bruninho, Marlon e Sandro; os opostos Leandrão, João Paulo e Theo; os ponteiros Giba, Murilo, Thiago Alves, Dante e Maurício; os meios de rede Lucas, Thiago Barth, Éder e Sidão; e os líberos Serginho e Mário Júnior.

Segundo o site da CBV, a agenda de jogos do Brasil contará com cinco jogos, sendo dois em Montes Claros e três em Uberlândia, entre a terça-feira (22) e o domingo (27).

O número de ingressos e os seus valores foram determinados pela própria entidade: R$ 30,00 inteira e R$ 15 meia, com opção de compra personalizada pelo portal da internet: www.ticketmaster.com.br; telefone: 0300-789-6846 e pontos de venda no próprio Poliesportivo, a partir desta sexta-feira, das 10 às 20 horas.

NOVA CASA – Considerado o maior do interior de Minas e segundo do Estado – atrás apenas do Mineirinho/BH, o Ginásio Poliesportivo Tancredo Neves pertence à Prefeitura e passou por uma grande reforma nos últimos 40 dias, dentro e fora da quadra. A área externa foi integralmente asfaltada, além de receber nova pintura e alambrados. Do lado interno, piso especial de madeira com amortecedores na quadra, seguindo os padrões da FIVB, placar eletrônico, cabines de transmissão para a imprensa e tribuna de honra. As acomodações foram readaptadas, inclusive, obedecendo a lei de acessibilidade. A Confederação Brasileira de Vôlei (CBV) vem acompanhando todas as obras. Duas vistorias já foram realizadas pela entidade e o local foi aprovado.

Fotos: Seleção Brasileira (CBV) e Funadem (Rogeriano Cardoso)
Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

0 comentários: