Mais vôlei: Dose dupla de Brasil e Estados Unidos em Montes Claros

A notícia que já era boa ficou melhor. A Confederação Brasileira de Vôlei (CBV) confirmou não apenas um, mas dois amistosos entre as seleções do Brasil e dos Estados Unidos, finalistas olímpicos em Pequim/2008, na reinauguração do Ginásio Poliesportivo Tancredo Neves. Os jogos serão nos dias 22 e 23 de setembro.

A informação sobre a realização dos dois amistosos foi anunciada pelo superintendente da CBV, Fábio Azevedo, durante a visita às obras de reforma do ginásio, na tarde de hoje. “Os trabalhos estão sendo realizados de forma adequada, dando amplas condições de sediar eventos de alto nível, como os jogos entre as seleções masculinas adultas do Brasil e dos Estados Unidos, dias 22 e 23”, adiantou o representante.

O time do Funadem/Montes Claros, que será um dos representantes de Minas na Superliga Nacional e terá o local como palco de seus jogos como mandante, fará a preliminar do duelo internacional entre brasileiros e norte-americanos contra um adversário ainda a ser definido. O Vivo/Minas Tênis Clube já foi convidado. Ao mesmo tempo, a diretoria quer que uma das datas seja reservada para um amistoso de cunho social: Amigos do Funadem x Seleção Brasileira de veteranos com Carlão, Paulão, William, Bernard e outros da geração medalha de prata em Los Angeles (84).

PREÇO – Os horários dos jogos internacionais e o valor dos ingressos ainda serão confirmados. A cobrança é uma exigência da CBV, seguindo as normas internacionais de segurança. A reforma do ginásio começou há 20 dias, envolvendo 120 operários, com a recuperação completa do piso da quadra (tábuas corridas com amortecedores), recuperação dos vestiários e do telhado, além da instalação de telas e de cadeiras de plástico na própria arquibancadas – por enquanto, apenas na tribuna de honra.

As preliminares dos jogos entre EUA e Brasil integram a agenda do Funadem/Montes Claros em sua preparação para Superliga. Até lá, o time deverá acertar a contratação de pelo menos mais quatro jogadores, todos em idade juvenil. Dos deles viriam do Santander/SP, que assumiria parte dos vencimentos dos mesmos.

Resposta ao Minas será na quadra
Técnico de BH não coloca o time de Montes Claros como favorito direto à Superliga

Até agora, o time do Funadem/Montes Claros vem adotando a política da boa vizinhança, por se tratar de um dos novatos no vôlei brasileiro. Mas diante dos comentários do técnico do Vivo/Minas, Marcos Miranda, o Marcão, na semana passada, sobre a próxima edição da Superliga, a direção do time norte-mineiro resolveu comentar algo a respeito.

Para Marcão, "a próxima Superliga será a mais dura de todos os tempos, estando entre os três melhores campeonatos nacionais ao lado do Italiano e do Russo". Segundo ele, "seis times são apontados como favoritos", caso do próprio Vivo/Minas, Cimed, Sesi/Pinheiros, Sesi, Sada/Cruzeiro e Santander. Ainda para o treinador do time de BH, outros quatro estariam num nível intermediário, "mas que podem beliscar o título", entre os quais o Funadem.

Filho do presidente do clube, o jogador Victor Oliveira, que se recupera de contusão no tornozelo, vem fazendo as funções de diretor de esportes do time de Montes Claros. Para ele, "a melhor coisa a se fazer é trabalhar e mostrar dentro de quadra que o time é competitivo". No entanto, faz questão de ressaltar que, mesmo com a falta de ritmo de jogo, o Funadem venceu duas vezes o Sada/Cruzeiro no Circuito Internacional de Vôlei. "Olha que o Sada é favorito na lista dele, hein?", indagou.

VIAGEM – O Funadem pode retribuir à Argentina a visita que a seleção sub-23 fez à cidade na semana passada. O time foi convidado para a disputa da Copa Mercosul de Clubes, mês que vem, em Buenos Aires, que teria times da Bolívia, Chile, Brasil e da Argentina. A diretoria já iniciou os trabalhos para custear as despesas de viagem, já que ainda não acertou com o patrocinador master.
Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

0 comentários: