Pode empatar; festa de ultraleve; vôlei; limpeza no CT; Pirapora e o 'padrinho' dos ginásios

Um dia para ser grande

Quem diria que, logo em sua primeira competição nacional, mesmo se tratando de times de base, o Funorte estaria em vantagem em um jogo contra o tradicional Vasco da Gama, do Rio de Janeiro. Isso mesmo! Amanhã, na rodada de encerramento da Copa Macaé Sub-17 (Juvenil), no estádio Municipal de Quissamã, sede da chave, a 49 quilômetros de Macaé, o FEC entrará em campo podendo jogar pelo empate para ficar com a segunda vaga da chave na classificação para as quartas-de-final.

Três pontos

O Funorte somou três pontos nas duas primeiras rodadas: perdeu para o Sendas por dois a um, sábado, e reabilitou-se contra o União Suzano, no dia seguinte, vencendo o time paulista por dois a zero. Já o Vasco, atual campeão carioca da categoria, conseguiu apenas um ponto. Empatou com o Suzano em um gol e, domingo, foi derrotado pelo líder Sendas por três a um.

Mas quem dá ibope

O jogo desta terça-feira entre Funorte e Vasco, o primeiro na história do clube contra um grande de fora do eixo de Beagá, será às 15 horas, no estádio municipal Antonio Carneiro da Silva. No entanto, a diretoria está temerosa quanto ao comportamento da arbitragem, já que a permanência no Vasco na competição seria algo de maior ibope para os coordenadores.

Festa no céu

Titular da bancada do TV Rio Esportes, primeiro programa esportivo da emissora de mesmo nome, em Pirapora, Adelson Batista, o Dhél, informa-nos que, entre cinco e sete de setembro, sua cidade sediará a 1ª Aerofesta, nada menos do que um encontro nacional de ultraleves. A expectativa é de reunir em torno de 90 pilotos.

Bate-boca

Ainda de Pirapora, a informação do Peixe, o time de mesmo nome que está se preparando para a disputa do Campeonato Mineiro da Segunda Divisão. O clima nos bastidores não seria dos melhores, depois de um bate-boca entre diretores. O clube fez uma parceria com paulistas, mas ainda recorre a uma base de jogadores locais e, tenta acertar algum apoio financeiro da Prefeitura.

Equilíbrio de campeões

Dental Norte, no titular, e Somáquinas, no aspirante, são os campeões do torneio interno do Pentáurea, encerrado ontem, em homenagem ao ex-presidente e atual diretor Valério Ubiray, o Bira. O que mais impressionou na festa do futebol do clube serrano foi o equilíbrio nas duas finais: uma foi decidida na prorrogação e a outra nos pênaltis.

E faltou o futsal

Que ninguém duvide que a programação esportiva do aniversário da cidade tenha sido farta: provas nacionais de ciclismo e atletismo, apresentação do time de vôlei e do projeto de natação social, com o ídolo Thiago Pereira, além do kart regional. Aliás, como nunca se viu nos últimos anos. Mas uma questão ficou no ar: qual foi o imbróglio para que a visita da Seleção Brasileira de Futsal, no dia três de julho, não tenha vingado?

Na sombra da Formiga

Motivado pelo apoio que a torcida deu ao Funorte no Módulo II e no título da Segunda Divisão do ano passado, Ville Mocellin faz contagem regressiva para a chegada de 2010. Garante que, de uma vez por todas, voltará com o Montes Claros Esporte Clube aos campos mineiros. Como ensaiou o projeto várias vezes desde a desativação, em 2004, vem sendo questionado. Mas garante que há uma carta na manga que pode ajudá-lo a montar um time: a amizade pessoal com Zezé Perrella, o que garantia o empréstimo de jogadores direto da Toca da Raposa. Além disso, o presidente baixinho do time celeste vai tentar a reeleição para deputado estadual, ano que vem, e quer arrebanhar votos no Norte de Minas de alguma forma, principalmente em sua linguagem.

Parceria para o lazer


Depois da Unimontes, que vem cedendo a academia de ginástica para as atividades de musculação, o time de vôlei de Montes Claros vai firmar parceria com os clubes recreativos da cidade, não apenas para treinos específicos de seus atletas, mas também para o lazer de seus familiares. Piá e Rodriguinho, por exemplo, são dois dos contratados que chegaram a Montes Claros com suas esposas.

O primeiro sintético

Não apenas para a realização dos Jogos do Sesi, cuja fase municipal ainda está em andamento, mas atendendo outras de suas promoções, o gerente do sistema Sesi/Senat, Carlos Alberto Falcão, confirmou que o campo do Clube do Trabalhador, lá na Vila Regina, receberá grama sintética. Anuncia, ainda, a instalação do sistema de aquecimento para piscina. Os recursos para as obras são da ordem de R$ 200 mil, sendo R$ 140 mil para a grama. Aliás, será o primeiro clube da cidade com um campo próprio de material sintético.

Afaga e bate


O presidente da CBDA, Coaracy Nunes, foi enfático ao elogiar o projeto natação social em Montes Claros, que já iniciou suas atividades com 500 crianças e jovens de escolas públicas. Mas mesmo em dia de festa no lançamento da iniciativa, fez das suas e puxou a orelha dos dirigentes locais ao cobrar a reforma da piscina – ou, porque não, a construção de uma nova. Segundo ele, para receber competições oficiais da CBDA e de outras entidades, é necessário ter uma piscina com 25 x 12,5 metros. E emendou: os meninos precisam a aprender a nadar no lugar correto para evitar improvisações lá na frente.


SOBRE VÔLEI: Jair Aminthas Neto, líbero que é de Montes Claros e foi revelado em uma etapa regional da extinta Copa Telemig Celular Infanto-Juvenil, será adversário de sua cidade na Superliga Nacional de Vôlei. Depois de duas temporadas no Unisul/Tigre, de Joinville/SC, Jairzinho, como é mais conhecido no esporte, acertou contrato com a Fátima/Medquímica/UCS – Universidade de Caxias do Sul. E como avalia o site O Melhor do Vôlei, chega à fria cidade de Caxias para ser titular no time do experiente técnico Jorge Schmidt. Na foto, ao lado do então companheiro de clube no Minas, Ezinho, hoje, oposto contratado pelo time de Montes Claros (Arquivo: JAN)

JÁ PELO TIME
do Funadem/Montes Claros, o meia de rede Vitão, outro filho da terra, espera pelo fim do tratamento da torção no tornozelo para se juntar ao clube. Enquanto isso não acontece, cumpre seu contrato com o espanhol Numância, da cidade de mesmo nome, quinto colocado na última liga daquele País. Para vir em definitivo, dependeria de uma rescisão de contrato.

DEVIDAMENTE
patenteado a fim de evitar plágios ou outras associações indevidas, o troféu Bola Cheia pode virar marca de cachaça. A ideia foi apresentada durante o festival mundial da bebida, encerrado ontem, em Salinas.

NO PRIMEIRO
momento, o Bola Cheia emprestaria o seu nome às miniaturas, mas como forma de transformar a renda com o produto em recursos para a consolidação do projeto de Memorial do Esporte, que visa a recuperação de fotografias históricas para exposições itinerantes em Montes Claros e no Estado.

O FUNORTE
alega que, há quatro meses, espera uma resposta da secretaria de serviços urbanos. O clube teria pedido a cessão de uma máquina para a limpeza do terreno no CT do Distrito Industrial, na área ao lado do campo de treinos.

O PROJETO
para o estádio do Funorte em seu CT do Distrito Industrial não tem nada de novo. Quem esteve no evento de lançamento do clube, há quase três anos, lembra-se perfeitamente que um vídeo com o prospecto foi apresentado. Agora, apenas reforçado, embora seja de grande valia.

PARA OS
céticos que ainda não creem na projeção que o GP de ciclismo que a cidade tem, o vencedor na categoria Elite, Rodrigão de Melo, e o segundo colocado, Fabiele Mota, obtiveram outros dois bons resultados na semana seguinte à prova.

MOTA foi quarto lugar na corrida Nove de Julho, em São Paulo, a mais importante do País, Rodrigão o primeiro no interior de Goiás, com direito à moto 0 KM de prêmio.

LIDERANÇA
indiscutível na política regional, o deputado federal Fernando Diniz, que faleceu na semana passada, vítima de uma parada cardíaca, tinha uma identidade especial com o esporte. Afinal, em dezenas de municípios do Norte de Minas, foi o responsável direto, por emendas de bancada, dos recursos para a construção de ginásios poliesportivos. Em muitos desses lugares, a única opção de lazer.
Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

0 comentários: